Educação para Cidadania no Cárcere

Diretora responsável: Daniella Meggiolaro

Associadas coordenadoras: Mariana Chamelette Luchetti Cavi e Renata Mariz de Oliveira

Coordenador pedagógico: Anderson dos Santos Antônio

Com a primeira edição realizada em 2010, o projeto Educação para a Cidadania no Cárcere vem crescendo, ganhando força e reconhecimento junto aos atores do sistema prisional. Trata-se de um curso oferecido pelo IDDD nos centros de detenção provisória e penitenciárias da capital e Grande São Paulo, no qual a participação dos advogados associados ao Instituto é um diferencial de sucesso para a proposta.

Cada módulo é organizado em 16 encontros de formação, que duram em média três meses, e conta com a colaboração de associados voluntários, que atuam sob orientação de uma coordenadora pedagógica contratada pelo Instituto. Os assuntos abordados vão desde noções básicas de cidadania e organização do Estado até a compreensão do direito penal, do processo penal e da execução da pena. Abordam-se, ainda, temas essenciais da área de direitos humanos e atualidades do Direito, além daqueles de interesse dos participantes. Os conteúdos são tratados sempre de maneira dialógica e crítica, baseando-se no referencial dos presos para a construção coletiva do conhecimento, como prevê a educação popular pautada nos ensinamentos de Paulo Freire.

O objetivo principal do projeto Educação para Cidadania no Cárcere é, por meio do compartilhamento de informações básicas, instrumentalizar o preso para a busca da observância de seus direitos fundamentais, em especial uma defesa de qualidade e o pleno acesso à Justiça, contribuindo para o fortalecimento da cidadania daqueles que estão privados de sua liberdade.

Desenho ECid

Ilustração elaborada por atendido pelo projeto na edição realizada durante o primeiro semestre de 2015, no Centro de Detenção Provisória Pinheiros III.

Encontro, que contou com a participação dos juízes Tiago Papaterra Limongi e Roberto Corciolli, realizado no Centro de Detenção Provisória Pinheiros III (2015).

Encontro, que contou com a participação dos juízes Tiago Papaterra Limongi e Roberto Corciolli, realizado no Centro de Detenção Provisória Pinheiros III (2015).

Encontro realizado na Ala de Progressão Penitenciaria do Centro de Detenção Provisória Chácara Belém II (2014).

Encontro realizado na Ala de Progressão Penitenciaria do Centro de Detenção Provisória Chácara Belém II (2014).

Encontro realizado no Presídio Masculino Adriano Marrey, em Guarulhos (2010).

Encontro realizado no Presídio Masculino Adriano Marrey, em Guarulhos (2010).

Imprimir publicação Imprimir publicação

Veja também

Ver todos +

Clique paraabrir o projeto

Prova sob Suspeita

O projeto Prova sob Suspeita para produzir e compartilhar conhecimento e propor mudanças que enfrentem a precariedade das provas produzidas ao longo do processo penal, o desrespeito rotineiro às garantias individuais, e a violência e o racismo que caracterizam o sistema de justiça criminal brasileiro.

Clique paraabrir o projeto

Mães Livres

O projeto #MãesLivres nasceu em novembro de 2017 para tirar o Marco Legal de Atenção à Primeira Infância do papel e devolver as mães da Penitenciária Feminina de Pirajuí, no interior de São Paulo, aos seus filhos.

Clique paraabrir o projeto

Olhar Crítico

Projeto que propõe diálogo com jornalistas e estudantes de jornalismo tem o objetivo de discutir a cobertura de casos criminais pela imprensa e a importância da observância do direito de defesa e da presunção de inocência pela mídia

Clique paraabrir o projeto

Litigância Estratégica

A litigância estratégica é uma das áreas que mais tem ganhado força e espaço no IDDD. Com ela, pretende-se alterar a jurisprudência, buscando decisões e entendimentos mais justos e atentos ao direito de defesa e garantias individuais

Noticias relacionadas


Clique paraabrir a notcia

Chamada para nova edição do projeto “Educação para Cidadania no Cárcere”

O IDDD convida os seus associados a participar de mais uma edição do projeto que busca transmitir às pessoas privadas de liberdade noções básicas de cidadania e organização do Estado bem como sobre o processo penal e de execução penal

Clique paraabrir a notcia

Projeto “Educação para Cidadania no Cárcere” conclui mais um módulo

Iniciativa que busca ajudar o preso a compreender sua dimensão de cidadão realizou encontros no Centro de Detenção Provisória III de Pinheiros, em São Paulo

Clique paraabrir a notcia

Educação para Cidadania no Cárcere realiza sua décima edição

Curso oferece aulas para presos do Centro de Detenção Provisória Chácara Belém IICurso oferece aulas para presos do Centro de Detenção Provisória Chácara Belém II